Eram 112 KG: Solange do Aviões do Forró diz que diminuiu 14 números de seu manequim. Fotos!


Eram 112 quilos, e neste peso foi eliminado 50 quilos.
Solange Almeida da banda Aviões do Forró entrou para as estatísticas da cirurgiabariátrica e conta que o bisturi transformou o visual e a vida.

“Quando olho para uma foto antiga, eu mesmo não consigo me ver ali, não consigo associar uma pessoa a outra. Costumo dizer que hoje sou uma nova mulher, realizada em todos os parâmetros”, confessou a cantora em entrevista a um site.

A decisão de ser submetida a uma redução de estômago surgiu quando ela percebeu que estava usando 52.

Solange disse que pelos shows em todo Brasil chegou a escutar de um dos integrantes da banda que, não valia a pena pagar ingresso “para ver aquilo”.

Hoje, vestindo saias curtas e calças justas tamanho 38, a cantora, de fato, parece outra pessoa. Alguns fãs chegaram a pensar que o Aviões tinha mudado de líder. Os cabelos, agora mais escuros, estão sempre lisos. A cantora acredita ter alcançado a plenitude pessoal e profissional.

Site: Você mudou muito seu aspecto físico. O que você faz hoje que não conseguia antes?

Solange Almeida: Após a cirurgia bariátrica, minha vida deu uma reviravolta. A primeira mudança foi melhorar a qualidade de vida. Hoje sou muito mais saudável, adepta de atividades físicas e posso usar qualquer tipo de roupa. Cheguei a pesar 112 kg e isso era muito constrangedor para mim. Para você ter uma idéia, eu chegava às lojas, achava as roupas bonitas e pedia um número bem menor do que usava, por ter vergonha. E a vergonha se tornava maior quando ia provar a roupa, não cabia.

Site: Os shows também mudaram? Sentiu diferenças na disposição para cantar e dançar?

Solange Almeida: Com certeza! A mudança veio em todos os sentidos. Hoje acompanho as coreografias do nosso balé, canto com mais disposição e mudei todo o meu guarda-roupa. Hoje posso usar decote e saia justa, tudo fica bonito.

Site: Todas as pessoas que fazem essa cirurgia precisam passar por uma preparação psicológica. Você teve amparo?

Solange Almeida: Tive e não tive. Minha psicóloga tentou ao máximo adaptar a disponibilidade dela à minha, devido a agenda do Aviões. Mas não deu para absorver tudo. O pouco acompanhamento que tive me ajudou bastante. Busquei informações sobre o assunto, pesquisei muito e tenho um blog que se tornou uma espécie de auto-ajuda para as pessoas que se encontram na mesma situação. Mas é muito importante ter o acompanhamento de um especialista. Muitas pessoas que se submetem a essa cirurgia e não fazem o tratamento (psicológico) acabam voltando ao mesmo peso.

iG: Quando você começou a ter problemas com a balança? Foi de uma hora para outra?

Solange Almeida: Comecei a ganhar peso logo após o falecimento da minha mãe, eu tinha 18 anos. Cheguei a ganhar muitos quilos – e perder também – mas de 12 anos para cá fui ganhando muito peso, até chegar na minha gravidez, em 2007, passando para 112 quilos.

Site: Os primeiros meses pós-cirurgia são muito restritivos em termos alimentares. Como você enfrentou este processo?

Solange Almeida: São restritivos ao extremo. No meu caso, muito mais complicado devido ao fato de eu viver na estrada com o Aviões. No inicio, a dieta é completamente pastosa e distribuída ao longo do dia. Agora imagine conciliar os horários dentro do nosso ônibus e no meio da estrada. Mas deu tudo certo. Ainda bem!

Site: Ainda tem prazer em comer? Como é a sua alimentação?

Solange Almeida: Como quase tudo. Como falei antes, hoje priorizo a minha qualidade de vida e evito frituras, comidas gordurosas. Mas não dispenso as massas e os pães.

Site: Tem alguma rotina de exercícios físicos?

Solange Almeida: Quando a agenda da banda permite, gosto de fazer atividades aeróbicas, como caminhadas. Isso despertou o interesse em investir no ramo de saúde e, em breve, abrirei uma rede de academias em Fortaleza. Nelas abrirei um espaço com atendimentos por especialistas reservado a pessoas com esse tipo de doença (obesidade).

Site: Muitas pessoas, em especial as mulheres, acreditam que ser magra é a solução para todos os problemas. O que você diria para elas?

Solange Almeida: Ser magra é viver saudavelmente, com disposição física e mental. Eu não seria hipócrita em dizer que ser magra não é bom, a auto-estima vai às nuvens, você sempre está de bem com a vida.

Site: Por fim, se pudesse encontrar a Solange do passado, o que diria para ela?

Solange Almeida: Quando olho para uma foto antiga, eu mesmo não consigo me ver ali, não consigo associar uma pessoa a outra. Costumo dizer que hoje sou uma nova mulher, realizada em todos os parâmetros e diria a mesma coisa que falavam para mim: “busque uma vida saudável se livrando do peso”.

IG

About these ads

Sobre aplle584

Portal de Noticias Genuinamente Terezinhense, A noticia com credibilidade.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Eram 112 KG: Solange do Aviões do Forró diz que diminuiu 14 números de seu manequim. Fotos!

  1. myriandias disse:

    o q o dinheiro ñ faz kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Débora disse:

    Não precisa ter dinhheiro querida! se vc tiver um bom plano de saude ele cobre a cirurgia, simples, basta querer. As vezes nos mesmo colocamos dificuldades no que queremos, se vc quer ficar magra corra atrás dos seus ideias. Eu ganho 1,200.00 e fiz a minha e não sou rica. fica a dita

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s